top of page
  • citebonline

Tecnologia: Um novo universo se abre na microbiologia



Quanto mais curiosos mergulhamos num assunto, mais abrangente e incrível ele se revela a nós. Essa é uma constatação que biólogos estruturais chegaram ao acompanharem o intrincado processo molecular, nunca antes visto, através da técnica “cryo-ET”, de cryo-electron tomography ou tomografia crioeletrônica em tradução livre.


A importância dessa ferramenta pode ser compreendida pelas palavras de Jeremy Berg, pesquisador, professor de computação e sistemas biológicos na Universidade de Pittsburgh (EUA) e ex-editor chefe da revista Science, “Assim como fica mais fácil entender como sistemas complicados funcionam quando você sabe como eles se parecem, entender como as estruturas biológicas se encaixam em uma célula é a chave para entender como os organismos funcionam“, explica.


Ontem: Estudos Moleculares

Durante anos, cientistas separaram as moléculas e seus componentes para estudá-los individualmente. O que sem dúvida foi importante. Porém, o conhecimento foi expandindo, bem como as ferramentas aperfeiçoadas, de forma que hoje entendemos que o organismo funciona em conjunto, numa espécie de sociedade, onde cada qual tem sua atuação.


Hoje: Sociedade Molecular

Conforme artigo no portal Febs Press, a maioria das funções celulares surge de sua ação concertada e, portanto, há necessidade de métodos que permitam estudos estruturais realizados in situ, idealmente em ambientes celulares não perturbados. “A tomografia crioeletrônica (Cryo-ET) combina o poder da imagem 3D em nível molecular com a melhor preservação estrutural que é fisicamente possível alcançar. Assim, tem um potencial único para revelar a arquitetura supramolecular ou “sociologia molecular” das células e descobrir o inesperado”.


A resolução incrível das imagens permite que pesquisadores, junto com programas de computadores e inteligência artificial, possam identificar componentes ou estruturas novas e ou diferentes em cada célula. Essa técnica está sendo usada para compreender o vírus causador da COVID-19, por exemplo. Acelerando os processos de cura e desenvolvimento de medicamentos mais assertivos.


Amanhã: Não há limites

Jeremy Berg acredita que o Cryo-ET continue sendo uma ferramenta especializada por algum tempo. Mas desenvolvimentos tecnológicos adicionais e acessibilidade crescente permitirão à comunidade científica examinar a ligação entre a estrutura celular e a função em níveis de detalhe anteriormente inacessíveis.


“Prevejo novas teorias sobre como entendemos as células, passando de sacos desorganizados de moléculas, para sistemas intrinsecamente organizados e dinâmicos”, diz o especialista.




Comentarios


bottom of page