• citebonline

Recuperação verde: Oportunidades num mundo pós-covid 19

Estudo da ONU indica que apenas 18% das ações de reconstrução mundial são consideradas verdes. E essa é uma oportunidade! É o que aponta o relatórioEstamos reconstruindo melhor? Evidências a partir de 2020 e caminhos para gastos verdes e inclusivos na recuperação pós COVID-19” realizado pelo Projeto de Recuperação Econômica de Oxford e pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).


O estudo destaca que ainda não está claro para a maioria dos empresários como tornar os negócios sustentáveis. E nisso o CITeB pode ajudar, através do apoio de especialistas e consultores, bem como as ações de capacitação.


Desta forma, os investimentos podem trazer novas práticas de produção e consumo. Hoje a recuperação verde está mais adiantada em países cuja mentalidade e hábitos sustentáveis estão mais consolidados. No entanto, juntos podemos fazer diferente com os empreendimentos catarinenses e brasileiros. E ainda melhor!


Segundo o relatório “para a grande maioria dos países, os gastos de recuperação tem sido relativamente baixos e minimamente verdes”. A devastação econômica do coronavírus está apenas exacerbando as já conhecidas disparidades econômicas entre as nações. O relatório aponta que as economias ditas avançadas investem 17 vezes mais por pessoa do que os mercados emergentes.


Contudo, é possível verificar que a oportunidade está na necessidade e mudança de foco por parte dos empreendedores e investidores. O relatório aponta que hoje quando se pensa nas mudanças climáticas, apenas 16% dos investimentos são revertidos para controlar a emissão de poluição atmosférica. Porém, apenas 3% são para reflorestamento e preservação florestal.


De acordo com a diretora-executiva do PNUMA, a economista Inger Andersen, a humanidade está enfrentando uma pandemia, uma crise econômica e um colapso ecológico. “Não podemos nos dar ao luxo de perder em nenhuma frente. Os governos têm uma chance única de colocar seus países em trajetórias sustentáveis que priorizam oportunidades econômicas, redução da pobreza e saúde planetária de uma só vez – o Observatório de Recuperação Global lhes dá as ferramentas para navegar para recuperações mais sustentáveis e inclusivas”.


Hoje diversas entidades, inclusive privadas, estão lançando editais de fomento com foco na #pesquisa, #desenvolvimento, #inovação e #sustentabilidade. Como a #Fapesc.org


A pesquisa foi feita com as 50 maiores economias.

(Fontes: https://www.ecodebate.com.br/ e https://www.unep.org/ )


#onu #covid19 #poscovid #economiaverde #citeb #biguaçu

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Atenção Enem! Plataforma ajuda alunos a se prepararem

De que vale a inovação se não for para benefício coletivo? Esse é o propósito da plataforma “Letrando”, um projeto de extensão Pro Media Lab do curso de Jornalismo da Univali lançado em abril. O foco

Inovação e Pesquisa para Empresas

Como você imagina o seu negócio nos próximos anos? Já foi o tempo em que montar uma mercearia ou barbearia dispensava tecnologia e constantes inovações. Conforme aumentam o tamanho e ambições da empre